batom

Resenha: Batons Vult - Os Dupes da MAC

30.9.13
Olá pessoal! Depois de um intervalo nos posts setembro foi tenso pra mim, principalmente no trabalho trago para vocês mais uma dica que me sinto na obrigação de compartilhar, de tão boa! Rs. Eu sinceramente não tenho como ficar bancando makes mega caras, porque como devem saber eu não recebo produtos de assessorias ainda então tudo vem do meu enxuto orçamento quase indo à falência hehehe. Por isso, makes gringas por enquanto são apenas sonhos de consumo... Com isso tudo, eu meio que me recuso a pagar tão caro em marcas, sendo que a gente pode encontrar excelentes opções entre as marcas nacionais. Prova disso é a Vult, uma marca relativamente popular aqui no Brasil vende em farmácias e perfumarias e que tem produtos de ótima qualidade!

Só pela qualidade, a Vult já ganha muitos pontos comigo... Mas eis que na minha procura por bons dupes nacionais para produtos de marcas famosas, descobri que muitos batons da Vult são praticamente gêmeos idênticos de famosos tons da MAC! pulinhos de alegria da blogueira duranga! Eu não tenho os da MAC para comparar, mas a internet está aí para isso né minha gente?! Achei ótimas resenhas e comparações em blogs como o Mac Maníaca, Coisas de Diva, Pausa para Feminices, entre outros que sinceramente não me lembro Google que me mandava e eu nem anotava o endereço =\. Se bem que neste quesito de comparação com produtos da MAC, acho que o Mac Maníaca é o melhor!

Então vamos aos lindos! Eu tenho quatro batons da Vult que são dupes da MAC: O 42, que é dupe do Rebel, o 40, que é dupe do Craving, o 38, dupe do Girl About Town, e o 29, dupe do I Like It Like That. Estão nessa mesma ordem na foto abaixo.


Pelas comparações que vi na internet, diria que o 42 e o 40 são dupes praticamente idênticos aos originais, tanto na cor quanto na textura! O 42 só é um pouquinho de nada mais avermelhado que o Rebel, mas na boca essa diferença some! O 40 e o Craving eu acho beeeemmm parecidos mesmo... Já no 38 a diferença para o Girl About Town é maior: o primo da Vult é um tanto mais avermelhado. Mas ainda é um bom dupe além de ser um tom de fúcsia lindão! É um dos mais chamativos que tenho adooorooo rs. O 29 eu comprei porque estava querendo muito um batom em tom de lilás. Vi uma resenha comparando o 29 com o Up The Amp da MAC e achei a cor bonita. Mas ainda acho que não são mega parecidos... Depois de dar uma conferida no Mac Maníaca, descobri que ela achou mais parecido com o I Like It Like That da MAC. E realmente concordei com ela rs... Segue abaixo os swatches e eles nos lábios.

Na ordem que aparecem: 42 (Rebel), 40 (Craving), 38 (Girl About Town) e 29
(I Like It Like That)
Na verdade nas fotos ainda acho que não ficam tão fiéis ao que são. Não
sei por que, mas minha câmera nem sempre colabora =\ Nos swatches estão
mais parecidos (tem a cor dos lábios que interfere também né...)
Agora que já falei da comparação das cores, vou falar sobre os detalhes dos batons da Vult:
1 - as embalagens são um pouco frágeis, mas para um batom que custa entre R$ 6 e R$ 10, eu não esperava outra coisa.
2 - a textura é bem cremosa, desliza super fácil nos lábios, e a fórmula é hidratante. Eu curto bastante isso num batom!
3 - o acabamento é de cor intensa e um leve brilho molhado. A cor na verdade é tão intensa que borra fácil na hora de aplicar. É preciso ter cuidado. Eu, particularmente, chego a aplicar o 42 com um pincel, porque ele é bem escuro e muito ruim de tirar os borradinhos...
4 - a cobertura é boa e na boca (na minha) eles entregam boa opacidade já na primeira passada (só o 29 demora mais e é o com pior desempenho nesse quesito). Claro que essa apreciação é subjetiva. Eu fiquei muito satisfeita nesse quesito.
5 - o cheiro é meio de cera, aquele da maioria dos batons. Porém não acho tão forte e some logo. Não me incomodou muito. Preferiria que fosse tipo os do Boticário ou da Quem Disse, Berenice? que têm uma fragrância mais agradável, mas ok.
6 - a fixação é média: nem dura horrores nem sai logo de cara. Acredito que dure umas 3 horas se não comer nem beber nada, mas como nunca passo tanto tempo sem beber ou comer, não sei dizer rs. Digamos apenas que vai exigir alguns retoques ao longo do dia, mas nada que irrite demais.

A verdade é que pelo precinho, achei bem dignos e bons substitutos das cores lindíssimas da MAC. Está sem grana que nem eu, mas quer continuar gata e na moda? Se joga de Vult! É isso, espero que tenham gostado! 
base

Resenha: BB Cream L'Oréal cor Clara

16.9.13
Depois de muito tempo querendo um BB Cream para chamar de meu e de ler resenhas em outros blogs, fui em busca do da L'Oréal para testar, já que o da Maybelline não teve boas indicações nas resenhas das minhas colegas blogueiras e eu mesma fui no quiosque para testá-lo e não curti (pouquíssima cobertura e fica "peguento"). Aqui na minha cidade estava quase impossível achar o da L'Oréal, esgotado em tudo quanto é lugar. Então quando achei, comprei logo! rs.

Como vocês já devem saber, "BB Cream" é uma abreviação que pode significar beauty balm, blemish balm ou blemish base, respectivamente, em tradução livre, bálsamo de beleza, bálsamo para imperfeições e base para imperfeições. O BB Cream é conhecido por suas características "tudo em um". No caso do da L'Oréal, segundo a marca a promessa é de um produto 5 em 1: hidrata a pele, suaviza imperfeições, uniformiza e ilumina, ação anti-brilho, protege dos raios UV.

No verso da embalagem, a explicação dada pela marca é: "Sua exclusiva fórmula oil-free, com ação anti-brilho, foi especialmente desenvolvida para todos s tipos de pele, inclusive para pele oleosa. Enriquecida com pigmentos minerais, minimiza a aparência dos poros de forma eficaz corrigindo imediatamente as imperfeições da pele. Sua agradável textura de rápida absorção e um leve toque de cor, deixa a pele radiante e uniforme, com acabamento natural. Além disso, contém filtro FPS 20 que protege a pele contra os raios UV".

Então, vamos a resenha! Eu quis usar ele bastante antes de fazer o post para poder dar uma opinião completa sobre todos os benefícios que ele promete. A textura dele é bem líquida. Ao contrário do da Maybelline, ele entrega uma cor que dá uma boa cobertura, mas sem pesar muito. Tentei passar com pincel, mas acho que fica muito artificial. O melhor é espalhar com os dedos como eles recomendam mesmo. Assim que espalho, sinto ele bem molhado, geladinho, mas seca bem rápido mesmo. Então é bom espalhar uma área do rosto por vez ao invés de fazer que nem fazemos às vezes com protetor melecando a cara toda para depois espalhar hehehe. Minha cor é a clara, mas acho que ainda não é clara como minha pele. Então uso um pó mais claro para dar a quebra e ficar com um tom mais próximo do meu.

Não sinto ele nada oleoso depois que seca. Na verdade, acho que para meninas de pele seca, talvez nem precise passar pó por cima. Eu que tenho a pele mista, com oleosidade na "zona T", sinto necessidade de finalizar com o pó não só pela cor, pois vejo que fica brilhando na testa, nariz e queixo. Então posso dizer que não notei tanto a tal ação anti-brilho (seria o efeito de "iluminar" prometido? Não sei...). Mas não transfere e em mim dura bastante, só sai com demaquilante, mesmo depois de suar.

Nas outras coisas que promete, acredito que ele cumpre! Minha pele andava um tantinho ressecada em alguns pontos como na curvinha da aba do nariz, sabem onde? e após o uso frequente dele, isso melhorou bastante! Eu tenho muitas sardas e ele realmente dá uma uniformizada e disfarça as imperfeições. Quando à proteção solar, não dá para avaliar muito né? A gente se limita a acreditar neles... rs. Veja aqui abaixo os swatches e somente ele no rosto.

Em cima, o produto sem espalhar. Embaixo, ele espalhado. À direita, só ele
rosto. Note que nem usei corretivo, mas só ele já dá uma suavizada nas olheiras
Resumindo: achei um bom produto, uma vez que dá aquela cara de "minha pele é naturalmente linda", tem uma cobertura legal, mas não pesa no rosto, dá uma hidratada e ainda tem FPS 20. Tenho usado ele todos os dias.

Abaixo uma imagem em que podem me ver sem maquiagem OMG ignorem por favor rs, uma só com o BB Cream e uma com ele e a make completa. Notem como da primeira para a segunda foto já dá uma boa diferenças nas manchas e imperfeições.

Sem nada, com BB Cream e make completa. Em breve resenho as sombras bafo
(da paleta Britains Next Top Model da MUA) e o batom (da Intense do Boticário)
Você pode encontrar em farmácias e em algumas lojas, como a Renner. Lá eu paguei R$ 29,90.
batom

Lápis/Caneta Batom: Eles estão em alta!

14.9.13
Eu acho que na maquiagem, assim como na moda, as tendências vão e voltam. Um produto que eu sempre curti são as canetas/lápis batom. Na verdade, fico confusa com a definição, porque cada marca dá um nome diferente para esse tipo de produto. Para mim, eles lembram os lúdicos "crayons" da infância. Sabe aqueles lápis-de-cera que vinham nos estojos gigantes que a gente comprava há uns 15 anos atrás? Assim entrego a idade! rs Esses!

Resumindo, são batons mais compridos, retráteis, tipo os já famosos Chubby Sticks da Clinique. Não sei se de olho no sucesso dos gringos ou por tendência mesmo, as marcas nacionais estão investindo em lançamentos bem bacanas desses produtos! Eu curto bastante esse formato porque acho prático, uma vez que consigo ter mais precisão até mesmo para aplicar sem espelho, o que facilita na correria do dia a dia.

Mas chega de falatório e vamos aos lindinhos? A primeira marca que mostro aqui é a minha já queridinha Quem disse, Berenice? Todas já sabem que o conceito maior da QDB? é que a "regra" da maquiagem deve ser a de não ter regras, apenas divertir-se! E eu adoro! hehehe Então, para estimular e liberar a imaginação das mulheres nesse momento, a marca lança a caneta batom em quatro opções de cores: corale, rosere, laranjere e vermerê adoro a criatividade dos nomes, todas com textura cremosa.

“Esse batom em forma de caneta, dá mais firmeza na aplicação, além de ser prático para levar sempre com você! A caneta batom lembra o traço livre do desenho, o que torna mais divertido passar batom. Além disso, apresentamos a novidade em cores vibrantes e com acabamento cremoso, que tem alta cobertura, além de hidratar os lábios”, destaca Vanessa Machado, gerente de maquiagem e perfumaria de quem disse, berenice?.

Eu ainda não estive "cara a cara" com essas lindezas, porque como sabem não tem loja por aqui por Niterói e São Gonçalo ainda poxa gente, cada a loja das berês da Região Metropolitana?! mas consegui imagens da textura do produto para termos uma ideia das cores fora da bala. Desejando profundamente todas as cores! hahaha

Corale

Laranjere

Rosere

Vermerê
A novidade, que fará parte da linha regular, já está disponível nas lojas físicas e online de marca, com preço especial de lançamento: de R$27,90 por R$21,90.

E para quem adora se amarra em promoção, a QDB? está oferecendo, na compra de qualquer item de boca, o segundo com 20% de desconto pulinhos de alegria consumista. Essa promoção é valida para as lojas físicas e online da marca até o dia 2 de outubro.

O Boticário também trouxe esse tipo de produto na nova coleção Rio Sixties, da Make B. Trata-se do Make B. Rio Sixties Creamy Stick. Segundo a marca, "o batom em formato de lápis oferece 24 horas de hidratação e resistência à água. Sua embalagem prática proporciona fácil aplicação, já que não é preciso apontar, basta girar a ponta metálica. O item está disponível em três cores Rosa Ipanema, Lilás Ipanema e Nude Ipanema".

Rosa Ipanema, Nude Ipanema e Lilás Ipanema
Esses já vi de perto e amei o Nude e o Rosa! O Lilás não me agradou muito, sei lá... Todos tem um leve brilho acetinado não chega a ser brilhooosoo. A textura é bem gostosa, desliza fácil, mas não é melequenta sabe? Não sei se dura muito, porque só experimentei na loja, mas como ele é mais sequinho, acredito que deva durar bem... Eles custam R$ 33,99.

A Avon que não é bem uma marca nacional, mas é bem popular no Brasil, então tá valendo, também entrou na concorrência e lançou o Ultra Color Lip Crayon. De acordo com a marca, ele é "ultra versátil e fácil de aplicar, reúne em um só produto batom e lápis para contornar os lábios. Sua fórmula inovadora conta com a tecnologia Reveladora da Cor, que tem microcápsulas que renovam a cor ao longo do dia, toda vez que você pressiona os lábios. Disponível em cinco cores incríveis em acabamento superbrilhante para deixar seus lábios sempre radiantes e hidratados! Possui alta cobertura e duração, define e colore os lábios com cores intensas, têm acabamento acetinado e sensação de conforto nos lábios". São seis cores – Nude, Rose, Vermelho, Malva, Pink e Coral. Os batons custam R$ 22,99 cada.

Então, desses eu ainda não sei o que falar, porque também não vi pessoalmente. Mas estou querendo testar sim... Apesar de ver que todos eles são cintilantes (prefiro batons cremosos), a curiosidade está maior e acho que de repente o rosinha eu encararia.

E aí, me contem: vocês também curtem esse formato ou preferem o tradicional?
compras internacionais

Resenha: Paletas Undressed e Undress Me Too da MUA - Dupes da Naked 1 e 2 da UD

11.9.13
Olá pessoal! Primeiro quero me desculpar pela demora entre os posts. Quem acompanha o Balaio no Facebook ficou sabendo que tive problemas com minha câmera novamente. Mas já dei um jeito (provisório) e hoje, para me redimir e compensar vocês, venho com uma dica incrível!

Todo mundo que gosta de maquiagem sabe que as sombras da Urban Decay são top e o sonho de consumo de muitas "makemaníacas". E as paletas Naked 1 e 2 são consideradas básicas, essenciais em qualquer necessaire que se preze. No entanto, aqui no Brasil elas chegam a custar a bagatela de R$ 250 cada (na Sephora)! E como boa blogueira econômica e duranga que sou, não me vejo em condições de pagar tudo isso nas lindonas... E também não tenho ninguém que compre-as lá fora para mim pelos U$ 50 que custam por lá. Então, #comofaz se você, assim como eu, quer uma paleta com essas cores incríveis, mas não tem condiçõe$ de comprar as da UD?

Eis que em minhas andanças cibernéticas em busca de boas dicas, me deparei com elas: as dupes baratinhas da Naked, da Urban Decay! Trata-se da Undressed e da Undress Me Too (Nakeds 1 e 2, respectivamente), da marca inglesa Makeup Academy (MUA). As cores são bem parecidas com as das "irmãs ricas", mas o preço é bem mais amigo: apenas £ 4 (cerca de U$ 6 ou mais ou menos R$ 15!). Claro que a qualidade da pigmentação das sombras da UD são incomparáveis, mas acho que pela diferença de preço, as dupes são bem dignas. Nada que um bom primer de olhos não resolva.

Undressed = Naked

As cores são bonitas e bem parecidas com as da UD
























Undress Me Too = Naked 2

Tenho usado mais essa do que a primeira

























As cores são mesmo coringas, bem "usáveis". Confesso que antes de comprar, sempre achei as cores da primeira mais bonitas do que as da segunda. Mas a verdade é que mesmo assim, tenho usado muito mais a segunda, para compor makes de dia a dia, trabalho... Nas fotos dá para ver bem como a segunda está mais usada rs. Abaixo, seguem as fotos dos swatches. A primeira é da Undressed e a segunda da Undress Me Too. Os swatches seguem a ordem das sombras nas paletas, da esquerda para a direita. A fileira de cima primeiro e as de baixo por último. Não usei primer para que pudessem ver como elas realmente são.

Undressed


Undress Me Too

Como podem notar, as sombras com brilho são mais pigmentadas e entregam a cor mais fácil. Esfumam super bem. As opacas quase não aparecem sem primer e são um pouquinho "esfarelentas", por isso são mais chatinhas de esfumar. Eu mesma uso muito mais as com brilho por preguiça de construir as camadas de cor com as opacas rs. Vocês podem me ver usando cores da Undress Me Too aqui, na segunda foto deste post aqui, e aqui. Vou ficar devendo uma make com cores da Undressed, mas assim que fizer, posto uma foto para verem.

Eu comprei pelo site da MUA. Eles entregam direitinho no Brasil (consulte o valor do frete no site deles). Com o frete, minha encomenda só com as paletas ficou por £ 15,50 e não fui taxada. Nesta primeira encomenda, levou 20 dias corridos para chegar. Mas em outra já levou quase um mês. Então tem que ter paciência para fazer compras internacionais.

Verso da paleta, com informações das cores, dicas de combinação
e composição (tudo em inglês)
É isso gente! Desculpem pelo post giga, mas só assim para resenhar as duas juntas rs. Espero que tenham gostado!
dicas

Musique-se: Já conhece a banda Incubus?

4.9.13
Nem só de maquiagem vive o Balaio! Como vocês já devem ter notado, procuro sempre fazer posts de diferentes assuntos que curto, como livros, filmes, música etc. E como descobri que a banda Incubus estará no Rio de Janeiro em dezembro, junto com a SOJA, Dave Matthews Band, entre outras, fiquei assim "benloka" e fui garantir meu ingresso. E daí me deu vontade de compartilhar com vocês um pouquinho do meu gosto musical.

Sempre curti rock. Mas na verdade, como quando gosto de algo acabo me apegando muito, nunca fui de procurar novas bandas mas tenho discografias completas das que amo hehehe. Meu gosto dentro do rock vai de Elvis e The Beatles até Evanescence, passando por Pearl Jam e Nirvana. Então posso dizer que sou bem eclética dentro do gênero! Mas eis que não muito tempo atrás, fui oficialmente apresentada a Incubus. Na verdade, após parar para escutar, descobri que já conhecia várias músicas e até curtia elas, sem nem saber que eram deles cabeça de vento rs. Mas vamos à banda!


Pesquisando um pouco na Wikipédia rs, descobri que a banda é norte-americana, de rock alternativo, formada em Calabasas, na Califórnia. Seus cinco membros são: Brandon Boyd (vocal e percussão), Mike Einziger (guitarra), Ben Kenney (ex-baixista oficial da Banda The Roots), Jose Pasillas (bateria) e o DJ Chris Kilmore (turntables e piano). Antigos membros incluem DJ Lyfe (turntables) e Alex Katunich (também conhecido Dirk Lance) (baixo).

A banda começou em 1990 na Escola Média Wright tocando covers de Metallica e Megadeth. Ainda nos shows de escola e de garagem os integrantes da banda decidiram não tocar mais covers e escreverem suas próprias canções. As primeiras foram "Purple Kool-Aid", "Sylvester Polyester", "My Soul (The Underground)" e "The Milkman Song". Depois do segundo álbum a banda já estava com várias mini-turnês e depois da entrada de um DJ para a banda, o som teve uma mistura de rock, eletrônico com hip-hop e funk, conseguindo assim um gênero alternativo. O álbum S.C.I.E.N.C.E. é lançado em 1997, o que lança a banda para um novo estágio participando da Warped Tour, Ozzfest e Family Values tocando com várias bandas conhecidas como Soulfly, Korn, Limp Bizkit e System of a Down.

Mas para além da história, acho que música só ouvindo para entender e decidir se gosta ou não! Eu acho o som deles muito bacana... E não vejo a hora de poder estar na Apoteose cantando ou pelo menos tentando me iludir que canto hahaha a todos pulmões!

Para quem ficou curioso, deixo alguns vídeos de músicas deles aqui. Na verdade é bem difícil escolher minhas preferidas, porque a maioria é muito boa! Mas vou deixar as que considero mais conhecidas. Primeiro, "Drive" que acho que é aquela que nos faz pensar "Ah tá! Agora sei quem são esses caras! Conheço essa música" rs.


Outra que acho muito legal é "Dig". Detalhe: os clipes são shows à parte, porque são super criativos e bem produzidos... 


"Love Hurts" também me faz suspirar momento brega! hahaha e não tem nada a ver com a homônima do Nazareth rs.


E por último na minha seleção, mas não menos importante, "Wish You Were Here", que também acho bem legal.


É isso gente! Espero que tenham curtido a sugestão e a banda. Se tiverem sugestões de bandas legais, podem me passar nos comentários que vou adorar!
lápis de olho

Resenha: Lápis Sombra da Phebo, cor Peroba

1.9.13
Quem acompanha a página do Balaio no Facebook viu que há uns dias atrás estive na recém inaugurada loja da Granado no Plaza Shopping, em Niterói. Voltei de lá com o Spa para Pés da linha Pink e com um lápis de olho e um lápis sombra da Phebo, que também é comercializada lá (as marca são do mesmo grupo). A linha de maquiagens da Phebo foi uma novidade para mim. Acredito que tenha sido lançada há pouco tempo. E confesso que a qualidade me surpreendeu positivamente!

A cor do lápis sombra que escolhi foi a Peroba: um marrom bem coringa que tem um brilho metalizado lindo, mas que fica sutil na pele. Eu sempre tive implicância com esse tipo de sombra cremosa, pois elas costumam acumular nas linhas da pálpebra. Mas isso não acontece com essa da Phebo! A sombra fica no lugar o dia todo, sem escorrer nem acumular (vale dizer que só tenho oleosidade na "zona T", então não tenho pálpebras oleosas. Não sei como se comporta em quem tem). Desliza super bem e é fácil de esfumar, mas claro que nesse processo perde um pouco de cor, o que é normal. Se quiser mais escuro, só reaplicar mais vezes no processo de esfumar. Abaixo, as imagens dos swacthes normal e esfumado, uma make de dias de pressa e preguiça com ele e como fica nos olhos: não esfumei muito para não perder a cor...

Por favor, ignorem meu cabelo porque ele estava rebelde nesse dia #BadHairDay
quem nunca! hahaha Make bem "cara quase lavada", só com o lápis sombra,
correção de pele, rímel e batom clarinho
Ele pode ser aplicado como delineador também, mas acho a ponta dele um pouco grossa para isso, precisa ter mais habilidade (veja na foto abaixo). E como eu não tenho coordenação motora e firmeza nas mão quase zero! rs, tenho usado mais como sombra mesmo.  Não me causou nenhum tipo de irritação e tenho usado bastante no dia a dia. Por ser prática, uso nos dias de pressa ou de preguiça rs para uma make rápida, versátil e com um belo efeito. O bom é que o formato é prático para levar na necessaire e facilita reaplicar, caso queira.

Aqui eu tinha acabado de apontar ele: vejam que a ponta não
ficou muito fina... Não quis apontar mais porque não estou
usando como delineador e por isso não quis gastar ele u.u rs
De acordo com informações que me foram passadas pela vendedora (o site é muito precário de informações, infelizmente) as maquiagens da Phebo não contém parabenos. Paguei R$ 33,00 na loja, mas vende online também, pelo mesmo preço. No entanto, não achei a cor Peroba no site, não sei se está esgotado no site por enquanto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...