desafio

Cinco pratos para quebrar em 2014

31.12.14

Hoje eu trago mais um meme (ou tag) do grupo de blogueiros Rotaroot. A ideia é dizer quais sentimentos a gente quer deixar em 2014, ou o que mais nos incomodou no ano e que pretendemos deixar pra trás e entrar em 2015 com tudo novo. A proposta é escolher cinco sentimentos ou situações, contar o porque e "quebrar" os pratos.

Eu tinha decidido que eu não ia fazer esse post porque todo ano me prometo um monte de coisas e, no final, acaba tudo ficando na mesma. Só que 2014 foi um ano bem chatinho em algumas partes da minha vida. Claro que já tive anos piores, como 2012 e 2003, mas confesso que não via a hora de 2014 acabar! E também porque achei que poderia ficar meio clichê devido às coisas que eu quero deixar pra trás. Mas hoje, no último dia do ano, senti vontade de responder a esse meme (e como essa bagaça aqui é minha eu faço o que eu quiser huahuahuauh!). Chega de explicação e vamos aos "pratos":

Ansiedade: Eu sou extremamente ansiosa! Sofro por antecipação por praticamente tudo, já imaginando todas as possibilidades ruins que podem acontecer para, caso ocorram, eu estar de alguma forma preparada. Só que isso não me faz bem. A ideia era se preparar para o pior para sofrer menos, só que eu sofro mais ainda antes, sem nem ser necessário às vezes, pois têm vezes que tudo corre bem... Realmente quero ser menos ansiosa daqui pra frente e tentar não me precipitar nem torturar rs.

Perfeccionismo: Desde que me entendo por gente, sempre me esforcei para alcançar o melhor de mim. Sempre busquei o "10" e quase morri de chorar com meu primeiro "7", na quinta-série em Matemática (trauma define a precisão rs). Meu CR final na faculdade foi 9,09 (depois de 8 semestres, com mais de 4 matérias em cada e uma monografia nota 10) E até hoje sou assim. Sei que pode parecer o sonho de consumo de muitos pais, mas acreditem, nada em excesso faz bem. Como sou muito perfeccionista, exijo demais de mim e das pessoas ao meu redor. Se for pra fazer "mais ou menos" eu prefiro nem fazer! Só que isso às vezes me torna insuportável (até mesmo para mim). Então quero diminuir meu perfeccionismo para não cobrar tanto de ninguém.

Impaciência: Se tem uma característica dos taurinos que eu não tenho é a paciência! Detesto lidar com atrasos, pessoas que não captam as coisas que eu falo ou que se fazem de idiota/sonsa. Não tenho saco para explicar 500 vezes a mesma coisa, nem para esperar que façam o que eu peço quando bem entendem. Não sou um amor com crianças porque, às vezes, me irritam rs. Vejam bem, não sou nenhum "monstrinho", só estou tentando deixar claro o quanto sou impaciente. E esse meu imediatismo com tudo não é muito saudável rs. Espero trabalhar isso em 2015.

Insatisfação: Está diretamente ligada às outras: quero tudo pra ontem e da maneira que eu acho "perfeita". E como nada acontece na hora nem da forma que a gente quer, acabo ficando insatisfeita, frustrada, p*ta da vida mesmo! E com isso, escuto o tempo todo "ai você reclama de tudo". E o pior é que às vezes nem percebo! Já está inerente a mim... Acabo parecendo pessimista para as pessoas. E isso eu queria muito mesmo mudar. 

Esperar demais das pessoas: Também ligado ao meu perfeccionismo e ao fato de que sempre faço tudo o que posso pelas pessoas que eu amo (viram, tenho coisas boas também! É que esse post é só das coisas que queremos mudar rs) e sempre espero que elas façam o mesmo por mim. Eu sei que as pessoas são, pensam e agem diferente umas das outras e que ninguém é obrigado a fazer o que eu faria. Mas bem lá no fundo, eu sempre espero que elas tenham a mesma atenção, dedicação, consideração que eu tenho com elas. Só que, na maiorias das vezes, isso não acontece e eu acabo triste e frustrada, mesmo que eu tente disfarçar. Ainda mais no mundo atual, onde as pessoas estão cada vez mais sem tempo e individualistas. Até de quem eu não gosto, sempre espero que tenham o mínimo de caráter (o que quase nunca têm uhahuauha). Preciso aprender a não criar tantas expectativas!

No final das contas, acabei percebendo que todos os meus "pratos" estão interligados, de certa forma. Uma coisa puxa a outra sabe?! Enfim, espero mesmo que eu consiga um 2015 mais leve, pois mudando essas coisas, com certeza conseguiria mais energias positivas na minha vida.

E vocês, quais pratos gostariam de quebrar? O que acharam dos meus? Deixem comentários que adorarei saber o que vocês acham!
Glambox

Abrindo minha primeira Glambox: edição Festas (12/2014)

25.12.14

Oi oi pessoal! Eu me rendi à curiosidade e assinei a Glambox e nesse mês eu recebi minha primeira caixinha, que foi a edição Festas (de dezembro). Resolvi fazer um vídeo abrindo a caixa, para que vocês acompanhassem minha primeira reação em contato com os produtos que chegaram para mim. Eu recebi minha caixa no dia 22, mas só agora consegui editar e upar o vídeo (fim de ano é tenso né gente hehehe), mas acho que mereço crédito por ter passado minha tarde de Natal editando pra vocês né? hihihi! Então aperta o play e vem comigo! ;)


Produtos que vieram (coloquei os link apenas para que vocês possam encontrar com mais facilidade, mas ainda não testei os produtos. Busquei links de lojas confiáveis e não necessariamente as mais baratas. Mas não fiz compras em todas elas, por isso não posso dizer o que acho):


Ah! O batom que estou usando no vídeo é o "Sapatilha", da Dailus. Não esqueçam de dar um "gostei" no vídeo e de se inscreverem no canal! E me contem se alguma de vocês assina e o que acharam da caixa desse mês... ;)

PS: Esse post não é publieditorial. Eu paguei pela Glambox e simplesmente quis passar para vocês minhas impressões e experiências com a assinatura.
assessórios

Resenha: Esponja Makeup 360º Belliz

18.12.14
Oi oi galera! Hoje trago para vocês a resenha de um produto que, para mim, foi um tanto controverso até eu experimentar. Veja bem, eu sempre torci o nariz para aplicar maquiagem com esponjas. Achava que o acabamento não ficaria legal, que desperdiçaria produto e sempre fui defensora fervorosa dos pinceis. E quando não estava com saco para eles, achava que os dedos mesmo eram bons quebra-galhos. Então nunca dava uma chance para as esponjas.


Até que percebi que uma das blogueiras que curto bastante (a Kah do E aí, Beleza?) é fã de carteirinha da "rhycah" e famosa Beauty Blender. E comecei a reparar mais na esponja. Só que no meu bolso não cabe o valor da prima rica (R$133,90 na Bora Colega! OUCH!). Mas um belo dia, vi uma amiga minha (a Naty do Figure Out) fazer um post no Facebook dela no qual declarava amor verdadeiro e eterno a essa versão brazuca da Belliz. Daí a curiosidade e o preço mais acessível (uma média de R$ 15) falaram mais alto e eu resolvi dar uma chance a essa coisa rosa rs.


E olha, me apaixonei! A recomendação de uso do fabricante é umedecê-la antes de usar. Fazendo isso, o acabamento dela fica bem mais natural e suave do que o do pincel e ela absorve menos produto do que se estivesse seca. Acredito que o pincel desperdice menos, mas sinceramente não acho que o desperdício de produto com ela seja tão grande e o acabamento compensa demais! Vi em vário lugares pessoas comparando o dela com o do "air brush" (aquela técnica de "vaporizar" a make que é super sofisticada). Eu realmente curti demais e agora não troco ela por nada! Antes sempre acabava com a make marcada pelas cerdas do pincel ou pelos dedos. Agora não tenho mais esse tipo de problemas, pois a esponja sempre deixa tudo uniforme. E também fica menos pesada a make, já que ela "dilui" um pouco o produto por ser usada molhada.

Tamanho dela seca na mão. Ignorem minhas unhas sem fazer. Estou deixando elas respirarem um pouco, pois os esmaltes aplicados constantemente sem intervalo estavam enfraquecendo elas =\
Tenho usado muito com meu BBCream da L'Óreal e com o corretivo da Make B. Apesar de dizerem que deve-se carimbar o produto e não arrastá-lo, eu arrasto mesmo para espalhar, depois vou carimbando para assentar. Para mim foi como funcionou melhor. Muita gente reclama que não consegue lavar ela direito. Mas eu tenho lavado com o sabonete demaquilante da Quem Disse, Berenice? e tem dado super certo, ela fica limpinha.

Vou ficar devendo para vocês a foto da make aplicada com ela (estou escrevendo esse post na madruga, então não rola aplicar nada agora... hahaha), mas nessa foto aqui tem a comparação da aplicação dela com outros meios. Abaixo, a foto do modo de usar e dos componentes.

Ela é antialérgica e látex free =)
E aí, alguém já usou? Curte esse tipo de esponja? Me contem nos comentários! ;)
desafio

Sunday With Love #1

14.12.14

Oi oi pessoal! Eu participo do melhor grupo de blogueiras do Facebook, o "Divas da Blogosfera". Sério gente, todo mundo por lá é legal, não rola gente postando nada sem noção e nem gente que parece que só vive para gongar os outros. Claro que isso também é mérito do esforço das moderadoras e elas são maravilhosas! Daí que por lá rola um projeto bem bacana e que retrata bem o estilo do grupo: é o "Sunday With Love", em que a proposta é você escolher um domingo (ou todos, ou dois, você que decide...) para postar os links dos posts de blogs, de outros membros do grupo, que você mais gostou na semana. A ideia é espalhar o amor e divulgar o trabalho das(os) colegas da blogosfera para eliminar qualquer espírito de competitividade boba. 

Então eu, que adoro/sou essa política de divulgar as coisas e pessoas que gosto sem o menor sinal de recalque (rs) resolvi aderir ao projeto e posto hoje minha primeira participação. Vem comigo conferir posts maneiríssimos!

Um fim de semana em São Paulo: Eu pus na cabeça que quero conhecer a Liberdade, em SP, nas férias de Janeiro. E estou pesquisando bastante sobre o lugar e como seria viajar pra lá. Daí vi esse post que a Karoline do Gipsyyy fez falando da sua experiência em viajar sozinha para São Paulo e o que pode dar errado numa viagem e achei bastante útil. Vale a pena conferir.

Mais um post sobre SP: Continuando na mesma "vibe", a Ingrid do Gosto de Canela também fez um post falando da estadia dela em SP durante um fim de semana para uma prova. Curti conferir as fotos... :)

Três webseries que você precisa conhecer: Sou a louca das séries e adoro acompanhar algumas. Não acompanho mais por pura falta de tempo! Mas o Lucas do Controverse World falou de três webseries nesse post que eu fiquei bem curiosa para conhecer. 

Wishlist de Natal: Posso dizer que cobicei quase todos os itens da wishlist da Cecília, do blog Meu Refúgio. Se alguém quiser me dar um dos livros, uma das camisetas, o porta-livros ou o travesseiro de viagem, estou aceitando! hahahaha!

Dicas e truques para tirar fotos legais: A Francielle do Cores do Dia compartilhou nesse post dois vídeos de uns gringos com truques muito legais para fazer fotos iradas no maior estilo "DIY improviso", mas que por mais loucas que pareçam, funcionam hehehehe.

Divas inspiradoras: A Dani do Alternativa Aleatória postou as divas dela nesse post que também é uma ideia de blogagem coletiva lá do grupo. Ainda estou tentando eleger as minhas, porque é bem difícil destacar algumas rs. Mas curti muito as dela, principalmente a Amy Lee. *---* 

Espero que vocês curtam os posts tanto quanto eu! E se virem algum que achem legal, comentem aqui para eu saber e no outro blog também, porque é sempre bom ter retorno dos leitores! ;)
desafio

7 dicas do contra

10.12.14
Oi oi pessoal! O post de hoje é uma proposta de um grupo de blogueiros no Facebook do qual comecei a fazer parte recentemente, o Rotaroots. Eles sempre fazem propostas de blogagens coletivas, memes (ou tags) e projetos fotográficos para os membros. Daí que eu achei essa ideia muito bacana e resolvi participar. E esse meu post é um dos memes desse mês, que se chama "7 dicas do contra", no qual darei sete dicas de lugares para NÃO ir ou de coisas para NÃO fazer, ao contrário do que todos dizem ser legal, mas que eu não curto. Bora ver no que vai dar? rs.

Fonte da imagem: Google Imagens
1 - Restaurante Outback Steakhouse
Veja bem, eu sempre AMEI o Outback. Para quem não conhece, é uma rede de restaurantes com a temática australiana. As comidas lá são MARAVILHOSAS, o ambiente sempre foi bacana por ser todo estilizado. Mas ultimamente, tenho achado UÓ ir lá! Primeiro porque as filas são SEMPRE quilométricas! Você tem que chegar às 16h para pegar um bipe e conseguir uma mesa lá pelas 20h se tiver sorte. Fora que o preço está cada dia mais alto e o atendimento cada dia pior. Na unidade que frequento por exemplo (a de Niterói), você tem que pedir ao garçom umas três vezes até ele trazer o pedido. E quando chega, às vezes vem errado! Teve um drink que pedi (sex on the beach) que até hoje é motivo de piada entre minhas amigas porque veio sem dois dos quatro ingredientes! Ou seja, já foi ótimo, mas hoje não acho que valha a aporrinhação e o gasto.

Fonte da imagem: Google Imagens (caso seja o proprietário, me avise para dar os créditos)
2 - Acampar
Só fiz essa loucura uma vez na vida para nunca mais querer repetir! Sou extremamente urbana e adoro conforto. Passar perrengue não é comigo. Mas um belo dia fui convencida a passar um carnaval nos cafundós do estado do Rio, numa cidade chamada Sana. Vou te contar, ô experiência horrorosa! Choveu em todos os dias, entrava água na barraca, passei frio (porque as pessoas que foram comigo esqueceram de levar as roupas de cama que tinham se responsabilizado em levar), mosquito demais, dormir no chão duro, tomar banho frio... Aff! Nunca mais! Agora só viajo se for para ficar em pousada ou coisa melhor hahahaha!

Fonte da imagem: Google Imagens 
3 - Big Brother
Eu simplesmente ODEIO assistir a esse tipo de reality show. Já gostei, hoje não consigo ver. Acho que nas primeiras edições, por ser novidade, era mais interessante e também acho eu (não sei se ingenuamente) que tinha menos armação. Hoje tenho a impressão de que é tudo armado. Acho um tédio aquele monte de gente brigando e fazendo intrigas o tempo todo. Gosto de reality musical, mas esses tipo "Big Brother" eu passo.

Fonte da imagem: Google Imagens
4 - Rock in Rio
Podem falar o que for, mas não consigo me convencer a pagar caro para passar perrengue (olha ele aí de novo hehehe) no (Pop) Rock In Rio. Eu nunca fui, mas tenho amigos que dizem que a experiência é desgastante mas vale a pena. Só que só de pensar de sair da minha casinha, de busão (porque interdita a via para carros), para ir para a Barra da Tijuca (que é longe que só da minha casa) para enfrentar fila e multidão... Não, obrigada! Vejo pelo Multishow sem pagar ingresso, com meu banheiro pertinho, pipoquinha e na minha caminha kkkkk! E vamos combinar que o rock ali passa só no cheiro né? Porque são vários dias de festival e apenas dois deles com rock...

Fonte da imagem: Google Imagens (caso seja o proprietário, me avise para dar os créditos)
5 - Praia no fim de semana
Pelo meu bronzeado "cor de palmito" vocês devem imaginar que praia não é muito comigo né? rs. Sol demais (que me deixa como um camarão mesmo com protetor solar FPS 1.000.000), areia entrando em lugares que eu nem imaginava, água salgada (e no caso do Rio quase sempre meio suja) e aquele monte de gente perto demais, com cheiro de camarão e chá mate subindo não é pra mim. Durante a semana, quando a praia fica mais vazia, posso até pensar em ir, mas no fim de semana, quando a gente tem q disputar um lugar a sombra (sem sol, obrigada), no way!

Fonte da imagem: Google Imagens (caso seja o proprietário, me avise para dar os créditos)
6 - Panettone
Aproveitando o clima de fim de ano, as duas próximas dicas estão ligadas diretamente ao mês de dezembro. Eu simplesmente DETESTO panettone! Acho que chocottone foi uma das melhores coisas que inventaram porque realmente NÃO ENTENDO como alguém consegue gostar de frutas cristalizadas! Eita troço ruim demais gente... Aquilo tem gosto de qualquer coisa, menos de frutas. Viva ao chocolate! hehehe.

Fonte da imagem: Google Imagens (caso seja o proprietário, me avise para dar os créditos)
7 - Réveillon em Copacabana
Outra dica do contra que tem tudo a ver com minha pré-disposição a fugir da confusão. Os fogos podem até ser lindos, mas prefiro vê-los da minha TV. Copacabana no Réveillon é o inferno na Terra: gente pra tudo que é lado, roubos que você nem vê, banheiros insuficientes, transporte público lotado e também insuficiente... Juro que não entendo como as pessoas saem de casa para passar aperto na rua. Nesse ponto sou muito preguiçosa mesmo e prefiro o conforto do meu lar hahaha!

É isso gente, espero que tenham gostado e rido um pouco comigo. Minha intenção foi fazer a lista com o máximo de bom-humor possível. Lembrando que essa é a MINHA visão e vocês não têm obrigação de concordar, apenas de respeitar. ;)

cosméticos

Resenha esmalte Chaveco da D.O.Y.D.A por Esmaltes

3.12.14
Oi oi galerinha! Hoje o post é sobre um dos esmaltes que ganhei na Feira de Estética e Beleza de Niterói. Já até fiz um post para vocês de como foi lá na feira né?! Então, esse é da marca D.O.Y.D.A por Esmaltes, que esteve se apresentando para nós no Espaço Blogueira. Eu não conhecia a marca, então fiquei bem curiosa para testar. A cor que eu ganhei é a "Chaveco" e o acabamento dele é perolado. Então vamos às considerações sobre ele.


Primeiramente boa tarde, gostaria de destacar que ele não é tão escuro quanto aparece nas fotos. Infelizmente, não consegui captar o tom exato dele com a minha câmera. Mas ele é um lilás clarinho, com partículas de brilho meio rosadas/arroxeadas. Tem uma cor muito bonita mesmo e eu fiquei encantada!

Eu fiz minhas unhas com ele numa segunda-feira e ele só começou a descascar na sexta-feira. Então a durabilidade é mais ou menos a mesma de outras marcas. A secagem eu não tenho como avaliar com isenção, pois sempre uso óleo secante. A cobertura é boa e com duas camadas alcancei o efeito satisfatório. O cheiro é aquele bem forte e característico da maioria dos esmaltes.

O único ponto negativo que eu achei nessa linha de esmaltes foi o aplicador, que é bem grosso. Como não retiro as cutículas e estou me adaptando à esmaltação americana, achei que esse pincel é meio exagerado e acaba facilitando para que eu borre mais as minhas unhas. Bem difícil aplicá-lo e não sujar tudo ao redor. =\

Bem largo o pincel né?
A embalagem é maravilhosa e muito bem feita, quadrada e pesadinha o que ajuda para que o vidro não "entorne". Vale lembrar que cada vidrinho tem 11ml de produto, o que é quase o dobro de conteúdo dos produtos de outras marcas. A média de preço é de R$ 7 e você pode encontrar em várias lojas online.

Minhas unhas ficaram com bolinhas, mas não é da qualidade do esmalte. É que aqui no "Hell de Janeiro" tá muito quente
e eu não consegui fazer fora da frente do ventilador, senão morreria assada hahaha!
E aí, o que acharam? Já conheciam essa marca? Eu fiquei "doyda" para experimentar outras cores hehehe...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...