felicidade

Um problema chamado "falta de ânimo"

9.3.15

Tudo bem que eu nunca consegui postar com a frequência que eu gostaria (que seria de, pelo menos, dia sim, dia não). Mas vocês devem ter percebido que, nos últimos tempos, o intervalo entre os posts tem sido maior. E o motivo infelizmente é simples, mas difícil de resolver: falta de ânimo. Não me entendam mal, eu amo escrever! Mas exatamente por ser algo que demanda de mim certa paixão, tem sido muito difícil de fazer quando eu não estou me sentindo bem.

Eu poderia inventar uma desculpa e dizer que é falta de tempo ocasionado por uma vida atarefada, mas não é. Antes até era, mas mesmo com pouco tempo, eu conseguia escrever, ainda que com intervalos. Mas agora eu realmente não tenho vontade, apesar de ter tempo... 

Eu saí de meu emprego e isso me abalou. Não pelo emprego em si, mas pelo fato de não estar mais trabalhando. Eu sempre fui muito independente financeiramente: ainda moro com meu pai, mas ele mesmo sempre se orgulhou de dizer para todo mundo que não precisava me dar nada porque eu sempre conquistei tudo com meu trabalho e esforço. E, de uma hora para outra, me ver sem trabalho é algo que me abala. Eu não sei mais não trabalhar. Não sei mais ter que depender de outras pessoas para pagarem minhas contas. E, de repente, ter que correr contra o tempo em busca de um emprego se tornou algo assustador.

Sempre fui do tipo que só sai de um emprego para outro melhor. Sempre pensei que "se está ruim com esse, pior sem nenhum". E ter que ficar em casa é algo que me faz mal porque essa não sou eu! No momento, minha vida amorosa vai muito bem, obrigada. Mas quando a vida profissional não está estruturada, isso me abala muito mais do que quando o problema é emocional. Afinal, sou do tipo que, se o coração não vai bem, me apego ao trabalho para ocupar a cabeça. Mas quando não tenho um trabalho, como fazer? Não posso simplesmente sufocar quem me ama como forma de me manter com a cabeça longe dos pensamentos profissionais que me perturbam...

E quando meu lado profissional não vai bem, sinto que não tenho ânimo para nada. Principalmente para escrever. E o problema não é nem falta de ideias, pois essas eu tenho de sobra para posts muito legais. Mas na hora de levantar, sentar no computador e escrever, sinto apenas um "não sentir". Uma falta de vontade que me toma e me assusta.

Eu sonho em, um dia, tornar o blog o meu trabalho. Viver e ganhar meu sustento através dele. Mas acabo caindo em um círculo vicioso: não consigo investir no blog, ele não dá o retorno desejado e isso me impossibilita de investir mais nele. Vejam bem, amo cada um dos meus leitores. Cada um de vocês que vêm até aqui e usam um pouco do seu tempo para ler o que eu penso. Mas, como qualquer pessoa que tem amor pelo que faz, quero crescer e ver cada dia mais pessoas acessando. Só que eu sei que isso não acontecerá se eu não investir (tempo e dinheiro - este último é algo que eu não tenho agora) nele. E, enquanto esse sonho não pode ser realizado, tenho que conseguir outro trabalho para pagar as contas. E esses pensamentos, aliados a uma área bem árida para conseguir emprego quanto o Jornalismo são coisas que desanimam qualquer pessoa.

Essa falta de ânimo, que me paralisa e assusta, é algo contra o qual eu quero lutar. Mas às vezes me sinto tão sozinha nessa luta... Por isso, peço a compreensão e a ajuda de cada um de vocês. Caso eu ainda demore um pouco para superar esse problema, não desistam de mim. Não desistam do Balaio. Sei que muitas pessoas passam por situações parecidas e, por isso, quis compartilhar com vocês um pouquinho do que estou sentindo para dizer que se você está se sentindo como eu, você não está sozinho. E se nunca passou por nada parecido, tenha um pouco de compreensão com quem está passando por isso.

Espero mesmo que essa fase seja superada logo e que, em breve, eu conte novidades boas. Enquanto isso, lutarei com o desânimo para continuar em busca de outro trabalho e da vontade de escrever. Afinal, a escrita sempre foi minha companheira, até mesmo nas horas mais solitárias. E boas companhias a gente deve se esforçar para manter.

O Balaio tá no Blogloving!

5.3.15


Post rapidinho só para avisar que agora o Balaio tá no Blogloving! Segue lá para se manter atualizado ;) Follow my blog with Bloglovin

E para quem ainda não conhece o Bloglovin', esse post aqui da Elaine Gaspareto explica melhor!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...