In or Out

Projeto "In or Out?": botas over-the-knee

12.5.15
Kate Moss divando com as over the knees! - Fonte: Google Imagens
Olá pessoinhas! Estou de volta, depois de um longo período sem postar. Como havia dito em meu último post, tava meio desanimada porque estava desempregada. Agora eu arrumei um emprego (\o/), mas devido à nova rotina estou sem tempo para postar (rs). No entanto, um projeto muito bacana me fez tirar a preguiça e o cansaço do corpo e voltar a escrever (só não sei ainda com que frequência hihihihi): trata-se do "In or Out?", em que eu e mais algumas blogueiras maravilhindas iremos postar, mensalmente, uma tendência de moda e diremos se usaríamos e o porquê (nunca sei qual é o porque certo huehueuhe).

Então, a blogagem coletiva deste mês é sobre botas over-the-knee que, para quem não sabe, são as botonas acima do joelho, tipo a que a diva da Julia Roberts usa em "Uma linda Mulher" hehehe.


Como todo mundo sempre dá "formas de usar", resolvi que não vou fazer isso porque né, isso você vê centenas de vezes em diferentes lugares. Então aqui vai um pouco do histórico dessa peça.

"Botas over-the-knee (ou cuissardes, que tem a mesma ideia de origem de nome, só que em francês ok?! rs) são botas longas que cobrem total ou parcialmente o joelho. Originalmente criadas como bota de equitação para homem no século 15, na última parte do século 20 foi redefinida como uma bota de moda para as mulheres.
A adoção de botas over-the-knee como um item de moda para as mulheres começou no início dos anos 1960. Em 1962 a coleção de outono de Balenciaga contou com uma bota alta by Mancini, que apenas cobria o joelho e no ano seguinte a coleção de alta costura de Yves Saint Laurent incluía uma botas de pele de jacaré na altura da coxa desenhada pelo designer Roger Vivier. Estas foram baseadas em um design originalmente produzido por Vivier para o dançarino Rudolf Nureyev no balé O Lago dos Cisnes. A adaptação destas botas hiper-masculinas como calçado da moda para as mulheres tem sido interpretada como parte de uma tendência mais ampla dos anos sessenta contra a feminilidade da Dior no período pós-guerra conhecido como New Look." (fonte: Wikipédia em inglês e livre tradução feita por mim :P )

Então 3bjs pro Mancini e pro Vivier que trouxeram elas pro nosso guarda-roupas meninas, porque elas são "o poder"! rs. Eis aqui minha humilde opinião sobre a peça, que será compartilhada nos demais blogs participantes, e depois bora comigo ver o que as meninas acham?

Minha opinião: Eu sempre achei as over-the-knees polêmicas! (rs) Na verdade, acho que tem que ter estilo para segurar uma dessas. Todos dizem que é preciso ter pernas longas para usar e tal, mas acho que a gente tem que usar o que gosta! Se eu estivesse num lugar muito frio, acho que usaria sim, talvez com uma calça da mesma cor da bota (porque meu quadril é avantajado e se tiver uma quebra muito brusca no tom, pode ficar esquisito). Infelizmente, aqui no Rio de Janeiro é quase impossível aguentar uma bota dessas pelo calor (até nos dias "super frios" de 18º huahuahuahua). Então, parecer final, apesar de tudo que falei (rs): IN!

Camila Marques (blog De Coturno e Spikes):  "Há mais ou menos 3 anos que tenho noticiado as Botas Over the Knee surgirem como uma forte tendência, no início elas realmente causaram muita estranheza por aqui. Na gringa o modelo caiu no gosto das fashion bloggers, eu particularmente fiquei apaixonada pelas botas, porém era impossível encontrá-las no mercado Brasileiro, muitas pessoas as viam como uma tendência vulgar e associavam as botas ao figurino de Stripper, bem ao estilo da personagem de Julia Roberts em "Uma Linda Mulher". Aos poucos, o modelo se popularizou, graças às matérias de revistas de moda e ao street style que contribuíram para a sua desmitificação. Acho que apesar da silhueta um pouco desafiadora as botas Over the Knee são mega estilosas, elegantes e até, ao meu ver, bem versáteis. Combinam com calça, leggins, saias e vestidos, até as baixinhas podem usar, digo porque sou e uso sem medo! Para mim é totalmente IN!"

Thamiris Sgalbiero (blog Like Paradise): "Já vi as botas over the knee diversas vezes em filmes "antigos" e em apresentações de algumas cantoras, tipo Katy Perry, Madonna e etc., mas só fui parar pra prestar atenção nas botas mesmo, quando estava assistindo a série Gossip Girl e vi a personagem da Blake Lively usando até mesmo parar ir ao colégio e eu achei as botas incríveis, simplesmente pelo fato de "esconder" um pouco a perna dando total atenção a bota, podendo salvar muitas composições de looks. Fora que fica super elegante, seja com salto ou sem salto. Sou meio suspeita para falar sobre botas, porque sou louca por esse calçado, se eu pudesse faria coleção. Enfim, é obvio que pra mim é IN!"

Tabatha De Lacerda (blog Não Conta Pra Ninguém): "Quando eu era mais nova, eu achava muito estranho ou vulgar porque via celebridades ousadas usando, como a Madonna por exemplo. Depois de muito tempo comecei a entender como se usar e como poderia ficar incrível dependendo do look. Entretanto eu acho que pessoas baixinhas, por terem a perna muito curta (oi, prazer), não são as mais indicadas porque somem um pouco... Mas tudo depende de como se usa ainda! Mas como hoje em dia eu acho lindo mesmo que com restrições, pra mim é IN com certeza!"

Karoline Duarte (blog Gipsyyy): "No geral acho que esse tipo de bota deixa a mulher com um ar mais sensual e poderoso. Eu via muito as meninas gringas usando e amava, achei que demorou um pouquinho para chegar aqui no Brasil, mas agora já temos algumas referências, ainda bem! Esse lance de ter que ser alta e magra para poder usar eu acho que não tá com nada, se você se sentir bem, use sim. Mas por já ser um sapato que chama bastante atenção, acredito que a escolha do restante da roupa tem que ser bem cuidadosa para o look não ficar exagerado. Eu super usaria se não morasse em um lugar tão quente. Grande dica, não use se sua cidade estiver fazendo mais que 21°C. No mais, totalmente IN!"

Isabella de Paiva (blog The Urban Trends): "Quando eu era criança e eu vi uma linda mulher pela primeira vez eu juro que me fantasiava usando uma over the knee #mejulguem, sério, achava super feminino e ficava pensando que quando eu crescesse eu iria ter uma. Não tenho, infelizmente. Tirando todo o sex appeal que a over the knee tem (e o filme uma linda mulher mostra muito bem isso), acho que dá pra usar sem puxar para esse lado suuuuuuuuuuuper sensual da bota. Dá pra ser bem estilosa, combinar com vestidinhos rodados de mocinha (combinação com over the knee que mais amo, justamente por causa de misturar uma peça delicada com uma peça sensual) e ficar lhenda e phyna. Super in, se não morasse em Vitória e querer me matar de calor por usar calça jeans."

Sammy Itaborahy (blog La Diabolique): "Acho que é uma trend que depende muito. Quando tem um salto agulha, já acho meio out, porque fica cheio de informação (pelo comprimento do cano ser really longo), então acaba vulgarizando. Quando tem salto pequeno ou não possui um saltinho, acho super amor. É uma trend que pode ser super explorada e cai bem com shortinhos até vestidinhos, sabendo mesclar as peças para, de novo, não vulgarizar. Over the knee é uma trend que já contém bastante informação e por isso acho que só é in quando investida em looks puxados para less is more."

Ketryn Alves (Blog Maruja Marota): "Acho lindas, principalmente combinadas com um visual mais ~trevoso~. Eu tenho a sensação que me sentiria "uma deusa, uma louca, uma feiticeira" se usasse, mas a maioria das botas over the knee são ou de salto ou de montaria e não combinam muito comigo. Eu não me dou muito bem com saltos e uso botas de montaria "normais" praticamente só pra andar a cavalo, então eu facilmente trocaria uma bota over the knee por um coturno com cano alto. Enfim, acho que não usaria, mas admiro quem sabe usar."

Meu Deus, que trabalho que elas me deram pra pôr todos os "ingrêis" em itálico! #MomentoToque uhahauhauh! (Devo ter esquecido alguns porque tô fazendo o post de noite e não tô enxergando mais nada pq acordei às 5h40 hoje rsrs) Mas enfim, tão aí as opiniões das gatas: a grande maioria usaria e considera IN! Para quem quiser opções de modelos para comprar, nesse post do Coisas de Diva têm várias opções! E você, se arriscaria? Me conte o que acha dessa trend!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...