desafio

Coisas que eu não vivo sem

10.2.17
Alooouuu! Ainda tem alguém por aqui? 👀 
Eu sei, eu sei... eu não tomo vergonha na cara! Mas a verdade é que amo meu bloguíneo, mas tem vezes (muitas, pra falar a verdade) em que realmente fico sem saco nenhum para escrever. Só que de vez em quando, me dá na telha e tenho vontade de voltar a blogar. E olha que nem sou geminiana! #ALokaDosSignos ;-P

Infelizmente (ou não, sei lá), como já falei lá na página do Balaio no Facebook, ando bem enjoada dessa vibe do mundo bloguístico de resenha/look do dia/eventos/jabás. Estou tentando me entender neste novo momento da vida e achar sobre o que eu realmente queira e goste de falar. Então tenham um pouco (ou melhor, muita) paciência comigo que eu prometo me esforçar para voltar a escrever, mas não garanto mais frequência porque né, cansei de me iludir... Hahahaha!

Daí, para me inspirar um pouco, resolvi fuçar os arquivos de um grupo que eu gostava muito, chamado Rotaroots, que estimulava a blogagem coletiva, mas infelizmente está em hiato desde setembro de 2015. Então resolvi pegar umas blogagens antigas e fazer assim mesmo simplesmente porque eu quero e posso... rs #delicadeza. E a primeira que decidi fazer é falando sobre "coisas que não vivo sem". E, por favor, não me venham com "ar", "água"... ¬¬ Vamos falar de coisas indispensáveis porque eu amo, não por biologia...


Enfim, chega de lenga-lenga e vamos aos amores da minha vida rs. Eu decidi não numerar porque eles não têm uma prioridade definida para mim, ok? ;)

Amor

O jeito é de pedreiro, mas o coração é de mocinha. Ok, esse é um sentimento, é algo abstrato, mas não me imagino vivendo se amar e ser amada. E nem digo no sentido apenas de ter um namorado. Digo no sentido de se importar demais com algumas pessoas e saber que elas se importam comigo tanto quanto. De querer vê-las felizes e saber que elas também me trazem felicidade. Já dizia o poeta Renato Russo: "Sem amor eu nada seria".

Amigas

As amigas estão incluídas na categoria amor também, mas aqui destaco as especiais. Tenho vários amigos e amigas, mas algumas pessoas parece que nascem com um pedacinho nosso dentro delas e vice-versa. E aqui nem vou citar nomes, para não criar ciúme em ninguém (rs), mas as que se encaixam nessa categoria tão especial no meu coração sabem que é delas que falo aqui. Amo vocês! <3

Livros

Fonte: Tumblr

Sério gente, eu AMO ler! Nada me deixa tão feliz quanto ganhar um bom livro. Aliás, dica certa de presente para mim: está na dúvida? Me dá um livro de fantasia / ficção / policial que vou ficar felizona! rs. Os livros sempre estiveram presentes na minha vida - melhor presente da infância foi uma coleção enorme de livros que vinham em uma caixa especial e que eu adorava espalhar pelo chão da sala e ler todos de uma vez - e sempre estarão. Com eles, me sinto viajando para diversos lugares incríveis, conheço personagens apaixonantes e odiosos. Vejo o ordinário e o incrível. Não consigo MESMO viver sem. E, com certeza, foram muito influenciadores em quem sou hoje, na escolha da minha profissão e no meu amor pela escrita.

Música

Fonte: Feira da Música 2015

Imagine o mundo sem música. Conseguiu? Nem eu! Não consigo nem imaginar o quanto a vida seria muito sem graça sem música. Eu amo demais ouvir acordes melodiosos, belos riffs de guitarra, um bom baixo bem grave e uma batera nervosa... Nem deu pra perceber que o que gosto mesmo é rock né bebê? Alguns estilos de "música" (até botei entre aspas porque têm uns que ainda tenho minhas dúvidas se são música mesmo) eu não curto e até ficaria bem feliz se não existissem (rs), mas apesar do eterno amor pelo rock, tem outros estilos que curto bastante. Basta a música tocar minha alma que vou gostar, independente do ritmo ;).

Carboidratos

Fonte: Pizza Hut

Já imagino as adeptas do lowcarb querendo me apedrejar aqui, mas desculpaê, eu não vivo sem. Já até tentei, mas parece que vou desmaiar, morrer, quando tento não comer e focar na salada/proteína. E quanto mais "gordice" (odeio este termo, mas na ausência de um melhor, usei esse mesmo) for, melhor: pizza, batata frita, lasanha, aipim, farofa... AMO! Nenhuma dieta vale a separação destas delícias... Taurina né mores, hahahaha!

Café

Fonte: hoga.com.br

Eu já detestei até o cheiro do café, acredita? Mas depois de encarar uma faculdade de Jornalismo com aulas às 7h da manhã, para as quais eu tinha que acordar umas 5h, a gente aprende a gostar, não é mesmo?! Necessidades... Hoje eu não fico nem um dia sem e cheguei a comprar uma máquina de café expresso e estudar os diferentes tipos de café (#phyna #rycah #SQN). Aroma, sabor, nuances... aprecio tudo mesmo e já acordo todos os dias na vibe do tio do café

Ar-condicionado

E por último, mas não menos importante, ele, o meu amor de todos os verões no Hell de Janeiro: o ar-condicionado! Tá certo que até um mês atrás, aproximadamente, eu não tinha em casa e, por isso, cada verão era uma morte lenta. Agora eu ainda odeio o verão, mas fico um pouco menos irritada porque durmo no fresquinho rs. Mesmo, não dá para viver feliz no Rio sem ar-condicionado não minha gente. Um beijo para o Willis Carrier, onde quer que ele esteja. Esse homem que você nem deve saber quem é, mas já considera tanto.

É isso meu povo! O post ficou enorme, mas espero que vocês curtam minha lista. E aí, me conta, o que você não consegue viver sem? Beijos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...